Work's 4 Weaks

Fórum do site www.works4weaks.com.br para debatermos sobre RPG, filmes, músicas, nerdices, etc.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  Site Work's 4 WeaksSite Work's 4 Weaks  

Compartilhe | 
 

 #1 - A feira

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: #1 - A feira    Seg Out 04, 2010 1:54 pm

O dia estava ensolarado e uma leve brisa soprava do leste para oeste. Os fazendeiros da região estavam felizes, pois neste dia estava sendo realizada a feira de agropecuária de Valkaria, que se dava em um pequeno vilarejo um pouco ao sul da capital do Reinado.


A feira

Muitos comerciantes estavam fazendo bons negócios, pois havia muita oferta e seus gados, frutas e verduras eram os melhores de toda Arton. Havia alguns atrativos, além do comércio, como gincanas e lutas em uma pequena arena. E era nesta arena que estava se concentrando o maior número de pessoas. O tumulto era grande. Quem estava chegando na feira, podia ouvir os cochichos de um guerreiro samurai que estava na décima luta seguida, sem perder, sem mostrar nenhum cansaço, e tudo indicava que se até o final do dia ninguém batesse esse recorde, o guerreiro seria o campeão. O prêmio, bem, além do título, uma vaca leiteira e frutas cultivadas nas plantações de halflings. As melhores, alguns diziam...


A arena.

Hector havia acabado de chegar na feira, pois ouvira que talvez alguns goblins, que estava perseguindo, estavam atacando fazendas próximas...

AÇÃO LIVRE.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Ter Out 05, 2010 4:54 pm

Após cavalgar por paisagens vazias, Hector fica feliz por ver seres humanos felizes outra vez, descobrindo os lugares de animação, ele procura por algo similar a uma taberna, onde possa amarrar seu cavalo, tomar uma cerveja e comer alguma comida quente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Ter Out 05, 2010 5:05 pm

[off] o detalhe é que tem um cara do lado da arena batendo foto com uma sony de última geração... hauhauahua [off]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Ter Out 05, 2010 5:19 pm

[off] Crossovers Luiz, crossovers [/off]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 10:20 am

[OFF] Existem alguns rumores sobre tal fato:

- aquilo que chamam de câmera fotográfica é na verdade uma invenção de Lorde Niebling.

Citação :
Nieblingscharphittlestonefingeralonefauchard é um dos cidadãos mais ilustres e excêntricos de Valkaria, e provavelmente de toda Arton, o único representante conhecido da raça dos gnomos do mundo. Ninguém sabe ao certo de onde ele veio.

Chamado Niebling (para facilitar a pronúncia pelos humanos poucos familiares às particularidades da língua gnômica), o velho gnomo se diverte inventando inúmeras explicações para sua chegada a Arton. Ninguém nunca ouviu duas versões iguais desta mesma história. Sabe-se apenas que Niebling chegou a Valkaria arrastando uma carroça cheia de bugigangas e instrumentos que ninguém antes conhecia, e estabeleceu-se em uma casa distante do centro urbano.

- aquilo é uma arma.

- aquilo é um ser de outro mundo teleportado magicamente para Arton. Seria uma espécie de falha crítica de Talude, o Mestre Máximo da Magia.

- alguns dizem que Talude nunca erra, e ao invés de uma falha crítica, seria um sucesso decisivo.

- aquilo não é aquilo que vocês pensam.
[/OFF]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 10:27 am

[off]beleza, mas encontrei a taberna?[/off]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 10:37 am

Na feira também haviam algumas tendas maiores onde estavam sendo servidos comidas, todas cozinhadas ali com carne e vegetais da própria feira.

Hector “estacionou” seu cavalo na vaga mais próxima da tenda e entrou. Logo de cara, Hector fora atraído por uma costela fogo de chão onde simpáticos halflings desfiavam alguns pedaços e serviam a fila enorme que se fazia. Ao lado, um anão de barba comprida e encharcada servia cerveja.

Aquilo era o mais próximo de uma taberna que Hector poderia encontrar por aquelas bandas. Serviu-se e foi sentar numa mesa de madeira gigante, onde já haviam várias pessoas comendo. Dois bêbados sentaram ao seu lado e começaram a conversar, porém, a conversa só se tornou pública quando se exaltaram:

- DÚVIDO!
- DÚVIDA O QUÊ? EU VOU LÁ DAR UMA SURRA NELE.
- NÃO FAÇA ISSO SEU MALUCO, OU AMANHÃ PODERÁ ESTAR COM A MAIOR RESSACA QUE VOCÊ JÁ TEVE NA VIDA...


Um deles se levantou e muito rapidamente conseguiu puxar um pequeno machado da cintura de Hector e saíram correndo.

Hector sentiu sua arma saindo mas não teve tempo de impedir.

AÇÃO LIVRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 10:40 am

-Ei, volte aqui seu beberrão!! Volte aqui senão te acerto uma que você vai ver!! digo isso correndo atrás do cara, caso não consiga alcançá-lo gostaria de atirar meu machado de arremesso nele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 10:54 am

[off] hauahuahuaha [off]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 11:16 am

Os dois saíram em disparada e pareciam correr em direção da arena.

Quando Hector puxava seu machado para arremessar, alguém, lá na frente, passa a perna em um deles e o bêbado se estrebucha no chão. O outro bêbado que corria atrás, consegue parar antes de tropeçar, porém, cambaleia e cai sentado, olhando para a pessoa que passara a perna com certo espanto. Essa pessoa era um velhinho, meio corcunda:

- Saíam daqui! Vocês só estão fazendo cagada hoje! Pelo amor de Khalmyr, parem de beber, apenas por hoje. Se eu não paro vocês, este homem aqui mataria um de vocês...
Falando isso, o velhinho, com muita dificuldade, se ajoelha e pega o machado que ficou no chão e entrega a Hector que a esta altura já tinha chego até eles
.

- Tome senhor, isto deve ser seu, ou eu não veria você quase arremessando um machado neles. Perdoe eles, eles estão bêbados e de certo tiveram a grande idéia de correr para a arena e enfrentar o samurai. Pobres coitados... – diz o velhinho lançado um ar de punição para os dois, que se levantam e iam embora.

- Deixe me apresentar: sou Milanos, avô destes dois jovens ingratos...em tom de desculpas, peço que aceite a estadia de minha casa por essa noite que logo chegará. Posso também lhe ajudar em alguma coisa? Conheço tudo por aqui...

AÇÃO LIVRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 06, 2010 5:39 pm

-Muito grato Sr. Milanos, lamento por seus netos e meus modos, é que de onde eu venho tudo que eu possuia se perdeu mediante a corrupção, e entro em fúria quando vejo algo similar. Vou aproveitar e agradecer a sua hospitalidade e aceitarei seu convite. A propósito diga-me, nesta região é comum a presença de goblinóides? Estou perseguindo um grupo desde muito longe e acabei me perdendo deles, acabei chegando aqui, mas não sei se estou perto ou não de meu objetivo".

Hector aproveita e dá uma visualizada na arena para ver o que está acontecendo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qui Out 07, 2010 9:37 am

Milanos olha para Hector com aquele olhar miúdo de um homem velho que já não enxerga mais tão bem quanto enxergava antes. Apesar de miúdo, seu olhar transmite muita experiência e sabedoria.

- Goblinóides, ah sim, não raro as vezes são vistos saqueando algumas fazendas, mas de uns tempos para cá eles sumiram. Na verdade, acho que alguma coisa os assustou. Será que foi você com seus machados? – pergunta o velho em tom pensativo. – Não, acho que não! Um goblin fora encontrado morto, bem, não lhe restara muita coisa, parece que seu corpo fora realmente truicidado por alguma besta, mas não acreditado que você faria isso. Queimei este maldito nos fundos de meu celeiro, talvez tenha sobrado alguma coisa, se quiser dar uma olhada mais tarde...

Milanos vê que Hector se interessa pela arena e emenda:

- Humm, você já conhece a arena? Me parece que devido o número de inscritos, o campeão da arena só será decidido amanhã, quando os dois que mais venceram lutas até agora lutarão um contra o outro. Se quiser, ainda dá tempo de se inscrever, mas desde cedo tem um samurai lá que não está dando trégua e tem vencido todas. Aliás, este samurai também está hospedado em minha casa. Ele chegou alguns dias atrás e também procurava por goblins. Desde quando goblins se tornaram importantes? – o velho gargalha alto e depois tosse um pouco.

- Tenebra logo irá se impor frente a Azgher e é melhor irmos para minha fazenda. Vou procurar pelos meus netos. Tome aqui este pequeno mapa para minha fazenda.

*Milanos entrega o mapa para Hector e sai caminhando.

*No mapa diz: Pousada Fazenda de Milanos, e aponta um local a 2 km da feira, para o sul.

AÇÃO LIVRE

[Off] Tenebra: deusa da noite, das trevas, dos anões, mortos-vivos e das criaturas noturnas e subterrâneas.

Azgher: deus do sol, do dia, da luz, do fogo e povos do deserto.[/Off]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qui Out 07, 2010 9:49 am

-Muito grato Sr. Milanos pelas informações, mas lhe informo que não é de meu feitio combater outros irmãos humanos apenas por diversão ou retribuição financeira, não estou neste mundo para brincar com outros guerreiros, já descobri minha missão: eliminar de vez a injustiça e o mal que a burocracia causa, e expurgar esta maldita raça que são os goblinóides. Que Ragnar tenha piedade de minha alma, mas quero eliminar a sua cria deste mundo.

Recordando que deixou sua refeição esfriando na mesa coletiva, Hector diz:

-Só vou terminar minha refeição e partirei em direção a sua fazenda, gostaria muito de conhecer este inabalável guerreiro e seu interesse por goblinóides e o cadáver em sua fazenda.

Se despedindo de Milanos, Hector se dirige a mesa coletiva, onde faz o que falou ao velho homem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Seg Out 11, 2010 1:57 pm

A Pousada Fazenda de Milanos era maravilhosa, um verdadeiro oásis por aquelas planícies. A pousada era uma grande fazenda, composta por uma casa gigantesca e um celeiro enorme. Na frente do celeiro, uma plantação verde e bonita com pés de uva, morango, maça, verduras e muitas outras coisas. A fazenda era cercada e havia um portal com um caminho que levava até a casa. Hector desceu de seu cavalo e o amarrou. Caminhou em direção a casa e podia ver pelas janelas que o movimento era intenso: alguns serviçais passavam quase correndo, levando pratos, outros travesseiros e assim seguia. A Pousada parecia estar bastante agitada.

Entrando na casa, Hector logo avistou o Sr. Milanos conversando com um grupo de humanos:

- Que bons ventos os tragam de volta aqui para contar suas aventuras...- dizia o velho em tom de despedida enquanto se virava e com certo espanto avistou Hector na entrada.

- Meu jovem, que bom que você veio! Apenas para lhe acalmar, aqueles dois já estão devidamente em seus quartos e dormindo, portanto não causarão mais encrencas para você. Mais uma vez, desculpa...

- No entanto, devo confessar que não é apenas por retribuição ao problema que lhe fora causado que lhe chamei aqui. Quando vi você quase arremessando seu machado, pude perceber muito heroísmo em você. E estes velhos olhos, uma vez já tão aventureiros quanto você, pode ver que você é a pessoa certa para um trabalho que um velho amigo meu terá que fazer. Gostaria de conversar com você, ainda hoje a noite. Lhe chamarei no seu quarto se assim desejar. Posso adiantar que goblins estarão no seu caminho e talvez você encontre a pista que tanto persegue e dê fim a sua angústia. Posso contar com você? – pergunta o velho, com um sorriso amigável no rosto.

[OFF]AÇÃO LIVRE PARA HECTOR.[/OFF]


[OFF]Luiz, aqui você entra na história...[/OFF]

O dia já estava terminando e parecia que ninguém iria alcançar sua marca de vitórias na arena. O jovem samurai abatera 10 combatentes facilmente. A competição era feita com uma espada de madeira e três toques certeiros no adversário venciam o combate. O samurai vencera suas lutas, todas, em menos de 2 minutos e ninguém mais o desafiava. A final seria amanhã...

Mas o samurai não estava ali para brincadeira. Seu mestre (e também pai adotivo) havia lhe dito que deveria ir para Valkaria, pois lá encontraria seu propósito na vida. Muito obediente, sem hesitar, o jovem samurai Ken Shimuya partiu para a grande cidade e no final das contas fora parar naquela feira nos arredores da cidade. Ken não sabia o que buscava e em tudo tentava encontrar alguma provação, e a arena talvez atraísse alguns olhares, muito embora não gostasse do que fazia.

Assim que saiu da arena, um velho se aproximou:

- Olá jovem! Desculpe minha intromissão, mas todos daqui estão espantados com sua habilidade e tive que explicar a alguns de que você era um samurai, um guerreiro treinado nas artes da antiga Tamu-ra. Ah, Tamu-ra... – diz o velho em um tom saudoso.

- Como campeão do dia, gostaria de oferecer minha pousada como sua estadia e também conversar um pouco com você. Afinal, hoje em dia é difícil ver alguém “como você”. O que diz? – pergunta o velho estendendo um pedaço de papel enrolado com uma fita vermelha.

- Ah, esqueci de me apresentar. Me chamo Milanos. Pode perguntar a qualquer um por aqui, a maioria me conhece e pode garantir minha boa reputação. Vejo você mais a noite.

[OFF]AÇÃO LIVRE PARA KEN.[/OFF]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Seg Out 11, 2010 2:13 pm

[OFF] DESCULPEM SE A HISTÓRIA TEM MUITA NARRATIVA MINHA E POUCA AÇÃO DE VOCÊS MAS ESTOU TENTANDO PASSAR BEM O QUE SE PASSA NA HISTÓRIA E MAIS TARDE TALVEZ VOCÊS ENTENDERÃO O PORQUE DE CADA COISA.

E EU FUI BURRO AO PENSAR QUE HECTOR IRIA IR NA ARENA, POR ISSO TIVE QUE MUDAR UMAS COISAS HEHEHEHE MAS VAMO INDO, GARANTO QUE MAIS PRA FRENTE FICA MAIS LEGAL E ATIVO PARA VOCÊS. [/OFF]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Seg Out 11, 2010 2:16 pm

Ken estava intrigado com o jeito com que o velho se aproximara, parecia que negar o convite seria uma grande desfeita, como realmente não sabia onde dormir e estava muito cansado, aproveitou o jeito bondoso do s. Milado e aceitou a oferta...
Na verdade Ken a muito sabia que, com exceção de seu mestre e pai Shimuya, os seres humanos não costumam ser pessoas bondosas... sempre pedem algo em troca. Mas, talvez essa seria uma maneira que o destino lhe aproximara mais do seu passado perdido. Ken aprendera muito com seu mestre, principalmente acerca das forças espirituais dos antigos mestres da espada que guiavam o caminho daqueles que a estudavam com dedicação. Por isso, aceitara a proposta... talvez tudo isso fizesse parte do caminho a muito traçado pelo próprio destino. Quem sabe ainda haja uma forma de se lembrar do passado e de todas as cicatrizes marcadas em seu corpo.
- Ok, já que é assim que Voces querem, eu irei com o Sr. Milano, mas não deixarei de confiar na espada, pois esta não sairá do meu alcance.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Seg Out 11, 2010 2:17 pm

[off] tá bem legal Xandeco... fica tranquilo!!! [off]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Seg Out 11, 2010 2:55 pm

"Que tipo de sujeito considera heroísmo quase atirar um machado em um pobre zé mané bêbado". pensou Hector enquanto assentia com a cabeça e cumprimentava o Sr. Milanos.

-Fico aguardando seu chamado então Sr Milanos.

Hector aproveita este momento para observar que tipo de gente está hospedado na pousada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 13, 2010 1:53 pm

Ken analisa o pergaminho e se dirige a casa de Sr. Milano...
- Estou cansado demais para me preocupar com possível armadilha... inclusive ganhei de todos os guerreiros hoje, é provável que ninguém queira enfrentar a fúria da minha espada, quanto mais um velho carismático como o Sr. Milano...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qui Out 14, 2010 1:17 pm

[OFF]AISLAN, ROLE UM D20 NO OUTRO TÓPICO.[/OFF]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 20, 2010 9:35 am

Hector olha a seu redor e vê humanos comuns. Alguns aparentam ser mais ricos do que realmente são, mas nada demais. Há também um humano de cabelo comprido e com vestes um tanto bárbaras para este local. Neste momento, chega mais uma pessoa na pousada, um humano com vestes estranhas e olhar miúdo. Ele falar com o Sr. Milanos, pega uma chave e parece se dirigir para seu quarto. Milanos também segue em direção aos quartos e Hector consegue perceber que ele veste por baixo de sua túnica uma espécie de cinto, algum tipo de armadura.

Hector segue para seu quarto e enquanto espera o Sr. Milanos, acaba caindo no sono. Sonha que está próximo de um acampamento goblin e que tem vontade de matar todos eles. Chove muito e os goblins parecem não perceberem sua aproximação. Um barulho forte, como se uma grande árvore caísse no chão, ecoa no ar a cada minuto. Hector ergue seu machado e arremessa, acertando um goblin em cheio e dividindo a cabeça dele no meio. Outros goblins então vem correndo em sua direção e Hector parece tomado por uma fúria incontrolável e decapita a todos com extrema facilidade. Hector está coberto de sangue goblin e toda a chuva que cai parece não limpar ele. O cheiro de carne é forte e faria muitos de estômago fraco vomitarem. Muita lama, devido a chuva, torna o combate lento e pesado, mas Hector consegue matar a todos! Depois da batalha, olha a seu redor e vê que todos os goblins estão caídos no chão, alguns ainda agonizando, mas um vazio cai sobre ele mesmo. Ele olha para uma poça d’água e vê seu reflexo: Hector se tornara um goblin! Toda aquela carnificina o tornara em um maldito goblin! Pânico! O barulho fica mais alto: “TUUMMM” “TUUUMMMM”.

Hector acorda e alguém bate em sua porta. Pela janela, vê que já é noite a muito tempo e que dormira além da conta. Hector abre a porta e o Sr. Milanos está ali parado, com seu olhar miúdo:

- Estava dormindo meu jovem? Desculpe por acordá-lo, mas esta é a hora que tinha lhe falado. Venha comigo, por favor. – diz o Sr. Milanos com um leve sorriso.

O velho caminha pelos corredores com uma rapidez incrível. Dobra a direita, esquerda, direita, direita novamente e chega a um corredor que parecia ir de encontro com a parede, mas era apenas uma ilusão, pois podia dobrar a esquerda novamente. A fazenda parecia um labirinto, por todo esse caminho. Chega então em uma porta grande, dupla, com uma imagens de madeiras representando um escudo de dragão. Milanos abre a porta e entra na sala.

A sala é simples, mas confortável. Dois grandes sofás de couro, um de frente para o outro. Uma mesa de vidro entre eles. Embaixo, um tapete com formas tribais. Na parede, alguns retratos de um homem forte, com sua armadura; algumas fotos de Milanos na fazenda e algumas quadros com pinturas. Sentados no sofá estão o cabeludo com roupas bárbaras e o jovem de olhos miúdos que ele vira chegar. Ambos parecem esperar por ele e o bárbaro se levanta sorridente, falando:

- Olá Hector! Você é grande mesmo! Esperava alguém menos robusto, pelo que “Mil” havia me dito. Me parece que você tem uma grande habilidade com machados! Sente-se. por favor, vamos logo terminar com essa ladainha.

- Eu sou Katabrok, Exterminador de Kobolds, e espero que já tenham ouvido falar de mim. Se não, bem, não queiram ser meus inimigos ou parentes de kobolds! – diz logo o bárbaro parecendo demonstrar nojo ao falar “kobolds”. – Pedi ao meu velho amigo Mil que encontrasse duas pessoas que possam me ajudar em uma aventura, mais ao sul daqui. Pelo que ele me disse, você, Ken, foi o melhor da arena hoje e sua técnica não é muito conhecida por aqui. Pode ser muito útil nesta aventura. Você, Hector, Mil disse que não via esse olhar “focado” há muito tempo. Parece que você, assim como eu, tem o dom para a luta! Mil soube identificar isso, pois há muito tempo atrás já esteve no front da guerra, não é meu velho amigo? – pergunta Katabrok se dirigindo a Milanos.

- Sim, sim, mas faz tempo, hoje prefiro esta fazenda! – diz Milanos, sorrindo.

- Enfim, não posso dar muitos detalhes, até porque não os tenho. O que sei é: vocês farão uma viagem até a cidade-fortaleza de Khalifor, ao sul daqui e meu mestre vai explicar a situação. Uma boa recompensa em tibares de ouro os aguarda. Se aceitarem, ganharão um saco já, como adiantamento. Alguma dúvida? – pergunta Katabrok.

[AÇÃO LIVRE]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 20, 2010 9:57 am

Ken permanece imóvel frente aquela figura estranha que lhes fala. Prefere analisar a situação, chegara na cidade a pouco, lutara bravamente na arena e conhecera um velho guerreiro de nome Milano. Agora conhecera Katabrok, um exterminador de Kobolds...
Simplesmente desconfiava de tudo e a tudo permanecia alerta... seu mestre sempre lhe alertou que a única companheira de confiança seria sua própria espada, aquela que nunca, de modo algum, iria deixar na mão, obedecendo a todos os seus movimentos...
- Katabrok, ouso dizer que tudo parece muito estranho. Sou novo nessa cidade e não conheço ninguém por aqui. Realmente não sei a intenção de vcs, minha única garantia será um saco cheio de dinheiro... Dúvidas, nossa, tenho aos montes e não me cabe falar agora, caso fosse o momento, eu não saberia nem por onde começar... Então, só me resta perguntar, quando partimos e o que temos que levar de provisões? Teremos montaria? Quanto tempo levaremos para chegar? Qual o nome de seu mestre? Quanto é a recompensa? Quanto temos de adiantamento? Como saberemos quem será seu mestre? Mais alguém irá com a gente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 20, 2010 10:19 am

- Opa! Acalme-se desconfiado guerreiro. Partiremos amanhã e iremos para a cidade-fortaleza de Khalifor e lá irão falar com meu mestre, o necromante Vladislav. Ele é bem conhecido e já prestou serviços para o Imperador-Rei Thormy, ou seja, acho que pode considerá-lo como um homem de confiança. Provisões serão por minha conta, meu burro está carregado. Além disso, Mil nos dará alguns cavalos para viajarmos. Essa viagem deve levar uns 3 ou 4 dias, sem nenhum imprevisto. A recompensa bem, aqui tenho comigo dois sacos, cada um com 500 Tibares de Ouro. A outra parte eu realmente não sei, mas será recompensa do regente de Khalifor. – responde Katabrok.

Chegando lá, vocês podem ou não aceitar a missão. Fica a cargo de vocês! Alguma dúvida, Hector? – pergunta Katabrok.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 31
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 20, 2010 12:13 pm

[off] Tenho que tirar o chapéu para você Alexandre, o sonho de Hector foi fodástico!! E ter Katabrok e Vladislav na aventura vai ser legal, só uma pergunta: como há fotos do Sr Milanos, existe máquina fotográfica em Arton? Deve ser o artefato do gnomo tá certo. [/off]

Ainda atormentado pelo sonho que tivera esta tarde Hector está com um olhar mais vazio que o habitual, o seu objetivo de vida está sendo repensado, recordou da infância em Hoffnung quando brincava com bonequinhos, e do sonho que tivera com as tropas não lhe ouvindo. Pensou que essa talvez fosse a hora de mudar a imagem deste sonho.

-Senhor Katabrok, fico feliz em ter me selecionado, espero poder corresponder com seu objetivo. Como sou de uma pequena vila entre as montanhas e a densa floresta não conheço nada sobre você, seu mestre e esta cidade que você falou, mas se for para promover a justiça vou sim acompanhá-lo. Para isto lhe pergunto: conhecendo seu mestre como você o conhece, que tipo de missão deve ser essa? Que tipo de inimigos ele possui? Mas como podemos ir até aquela cidade para decidir, eu decido prontamente acompanhar você.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    Qua Out 20, 2010 1:02 pm

Katabrock sorri ao ouvir as palavras de Hector, mas franze a testa ao falar:

- Katabrok realmente não sabe do que se trata. Vladislav sempre se aventurou em diversas coisas e sempre fora bem sucedido. Encontrara vários artefatos mágicos e muito ouro, muito mesmo! Ele até tentou me explicar mas não entendi nada. Tem alguma coisa a ver com uma aliança goblinóide. Eu acharia isso uma tolice se outra pessoa me dissesse, mas como foi Vladislav, levei a sério e cá estou. Mas só ele mesmo poderá dizer o verdadeiro motivo. Vladislav não tem muitos inimigos “vivos” eu conheça hehehehehehehe. Mas fico feliz em saber que irá comigo. Quanto a você, jovem Ken, alguma outra dúvida? Virá conosco ou não?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: #1 - A feira    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
#1 - A feira
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Cash grátis de toda segunda feira pós manutenção - dicas do Tenaro
» [Metrô-Rio] Os trilhos subterrâneos do Rio de Janeiro
» Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas (Feira de São Cristóvão)
» [Juo Siguo][F4] Feira! Mais um inimigo?!
» Feira Municipal

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Work's 4 Weaks :: Tormenta RPG-
Ir para:  
Forumeiros.com | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum
http://velhosamigosnh.wordpress.com