Work's 4 Weaks

Fórum do site www.works4weaks.com.br para debatermos sobre RPG, filmes, músicas, nerdices, etc.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  Site Work's 4 WeaksSite Work's 4 Weaks  

Compartilhe | 
 

 Capítulo 2 - Um Encontro Casual...

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Seg Ago 30, 2010 5:41 pm

Tsu, Squisitu, Saw e Babaca, todos vocês tem Ação livre
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Seg Ago 30, 2010 10:22 pm

Tsu, ouvindo o problema chegando exclama...
- Gungans, procurar abrigo, se protejam atrás das colunas e com seus escudos.
- Squisito... acho que chegou nossa hora... a morte veio antes do esperado...
- Gungans, Blasters não fazem nada em nossos escudos e nossas esferas podem deixar os humanos desarmados para podermos conversar.
- Não vamos demonstrar hostilidade, num primeiro momento, caso nos ataquem diretamente, utilizaremos nossas esferas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 30
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Ter Ago 31, 2010 10:43 am

Babaca saca seu blaster dos pelos pubianos. elephant

Saw também saca seu blaster (mas não dos pelos pubianos, e sim do disfarce em sua vestimenta).

- Esta luta não é nossa Babaca, mas não podermos arriscar perder a melhor pista sobre meu pai. Contate o nosso dróide para que ele deixe a nave preparada e me siga, vamos ver quem está invadindo! VAMOS! - berra Saw procurando lugares para se proteger dos disparos.

*MUSICA DO STAR WARS PARA TIROTEIOS. What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Ter Ago 31, 2010 12:38 pm

Como a princípio não há o drama de uma batalha não vou exigir a perícia escudos dos Gungans, ok? Mas fiquem avisado que daqui para a frente vocês terão que fazer.

O espanto múltiplo invade o hangar sul do palácio do Cereano, os Gungas, acompanhados de um ser miseravelmente bizarro causam um espanto nos agente Bothanianos que encaram a "visita" como uma sabotagem, aliado a isso a iniciativa dos soldados humanos em sair disparando contra os invasores que prontamente acionam seus escudos de plasma e escondem-se atrás das colunas, ao passo que grunhem palavras bizarras em seu idioma Gungan.

Saw e Babaca sacam prontamente seus blaster e encontram abrigos atrás de algum caça estacionado.

O dróide diplomático caminha sutilmente pelo hangar até encontrar o caça particular de Saw.

Os disparos são cada vez mais intensos, e alguns atingem os escudos de plasma dos Gungans.

Alguns dos jovens Gungans começam a se desesperar frente ao massivo ataque dos Naboo, principalmente com a visão de um canhão phaser sendo carregado a distância.

Em meio a tiroteios de um lado e defesas do outro, uma grande voz invade o hangar sul.

-"Parem!!" Um silêncio mortal paira no ar, nenhum tiro é disparado, e nenhuma palavra pronunciada.

Do fundo dos corredores de acesso um velho conhecido se aproxima com vigor: é o velho Cereano, porém agora empunhando um sabre de luz azul e uma face irada.

-"Não é o que vocês estão pensando, todos vocês devem ser amigos. Estes Gungans não estão nos atacando!! Nem tem condições para isso, eles vieram a nossa procura!!"

-"A mão invisível da Força une os seres nas situações mais diversas possíveis, o que vejo aqui agora é isso, a resposta de cada uma das perguntas que vocês tem. "

Andando em direção aonde os Gungans se refugiam, ele diz com voz vigorosa:

-"Não temam, podem sair, sou Ki Cara-Legal, mestre Jedi Cereano, fui enviado a seu planeta para instaurar a paz entre vocês e os Naboo".

Acenando para os abrigados Saw e Babaca, os envergonhados espiões Bothanianos e os guardas humanos, ele fala:

-"Venham!! Vamos todos ao salão principal, a resposta para as perguntas que vocês procuram estão com estes caras."

OBS: Todos falam o idioma comum, e daqui para frente adotaremos este ok? Caso o Saw quira falar Wookie e o Tsu Gungan, devem anunciar esta habilidade.

Para variar um pouquinho Ação Livre
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Ter Ago 31, 2010 12:50 pm

Tsu, sentindo uma estranha sensação de pequenês, pressentindo se tratar da força, conversa em Gunganês com os Gungans...
- Guerreiros Gungans, vamos lembrar novamente das palavras de nosso Velho Guerreiro, só a união nos fará mais fortes. Ki-Cara Legal parece estar falando a verdade... confiem em mim e sairemos vivos daqui. Desarmem seus escudos e guardem suas lanças.
Tsu continua a falar agora no idioma comum:
- Ki-Cara Lega, sou Tsu-Taikon Gun vamos atender aos seus pedidos, se ordenar que os Naboo recolham suas armas. Sinto uma força sublime em seu ser e por isso deposito minha confiança. Por favor atenda aos meus pedidos. Represento esses guerreiros Gungans e sou responsável por suas vidas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Ter Ago 31, 2010 12:52 pm

Após esse pequeno episódio de animosidades, Tsu, Squisitogum e os outros guerreiros Gungans seguem o mestre Jedi até o salão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 30
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Ter Ago 31, 2010 4:19 pm

Saw e Babaca ficaram surpresos ao perceberem que aquele homem realmente era um Jedi.

Toda a negociação fora feita levando-se em conta que aquele ser não tinha a melhor das intenções. O sabre de luz e a forma como ele havia falado da Força definitivamente mostrava o lado Jedi daquele homem que outrora fora visto como um inimigo tentando extorquir armas em troca de uma informação. Mas talvez essa informação realmente fosse boa...

Saw e Babaca se olharam e juntos foram correndo em direção ao mestre Jedi.

"É bom que ele tenha respostas..." - pensou Saw.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qui Set 02, 2010 10:29 am

Passando mais uma vez pelo longo saguão do edifício, grasnados e gritos cada vez maiores se ouvem, ao chegar diante de uma porta tão ampla quanto a anterior, Ki Cara-Legal solicita que todos se sentem em uma comprida mesa, solicita aos espiões bothanianos para ligarem os computadores e os guardas humanos para guardarem a porta.

-"Alguns de vocês devem estar se perguntando onde realmente estamos, não é?" Falou o misterioso Cereano, com um tom professoral. Na enorme tela dos computadores bothanianos lia-se uma tela de login com os dizeres: "Bem Vindo a SpyNet", que prontamente foi preenchida e executada, a partir do qual caracteres indecifráveis do idioma bothan mostravam informações da rede.

-"Acho que nós começamos errado, fui muito mal educado. Deveria ter me apresentado antes, mas vocês mesmo não perguntaram meu nome, não é?" Disse com o olhar dirigido a Saw e Babacca. -"Meu nome é Ki Cara-Legal, sou um mestre Jedi Cereano, logo vim do planeta Cerean, e por este motivo tenho dois cérebros e um coração na cabeça, que é essa coisa pulsante que observei atrair os olhares de vocês". Ele olhava para a tela do computador como quem procura alguma informação mas não a encontra.

-"Como todos vocês devem supor estamos em Naboo correto? Mas em que região de Naboo? Estamos na "invisível" cidade de Bráz illya, que como alguns devem supor é um refúgio conhecido de Hutts, foras-da-lei e políticos corruptos, alguns chama Bráz illya de "paraíso fiscal", mas acho que o paraíso está muito distante daqui". Voltando a olhar o computador ele solicita aos bothanianos a pararem de procurar com um suave gesto da mão como quem parece ter encontrado a informação que procurava.

-"Acione o tradutor, e traduza esta página para o Comum e o espectro para as cores visíveis!" Ordenou aos espiões.

De repente uma página de textos aparece e a imagem de um mapa surge no telão do computador.

-"Oh era isso mesmo!! Esta página da SpyNet mostra nossa localização atual. Como podem ver não estamos somente em Bráz illya, mas no palácio conhecido como "Granja do Torto" devido ao abatedouro que funciona aqui e abastece toda a Naboo humana, e as linhas tortas com que foi feito este palácio graças a ousadia do famoso arquiteto Os-Qui Ni-Intenderonadamayer. Como todos sabem esse palácio é também o refúgio do famoso Lord Walter, onde ele prefere viver ao invés do Palácio da Al - Voarada, residência oficial dos chefes do partido."

-"Não os trouxe até aqui para dar-lhes aula de Geografia e Política Galática amigos. Fui enviado pelo Conselho Jedi, do qual sou membro, com a missão de me infiltrar no Partido da Estrela Vermelha, e evitar que eles tomem Naboo, e sua incrível reserva de plasma, afim de construir blasters, phasers e toda a indumentária que precisam para coagir o Senado e instalar o império."

-"Qui-Gon-Saw, seu pai foi mesmo capturado pelas FARC, lamento." Diz ele apontando para uma notícia que se atualiza na SpyNet. -"Muitos espiões bothanianos morreram para conseguirmos essa informação."

-"Somente se aliando a Aliança Rebelde é que você poderá ter forças para resgatar seu pai. Você e seu amigo Wookie não são capazes de vencer sozinhos estes terroristas."

Se dirigindo a Tsu e os jovens Gungans ele diz:

-"Seu povo sofre um terrível perigo, vocês estão muito ingênuos quanto as possibilidades do oponente, vocês são meros nativos primitivos e terão que enfrentar os mais temíveis oponentes das galáxias: os Sith."

Já cansado após falar tanto, o velho Cereano se senta e cochicha algo com um espião bothaniano, que faz que sim com a cabeça.

Rolando um artefato esférico sobre a mesa ele diz:

-"Sinto lhes dizer amigos, mas agora somos uma irmandade, a irmandade unida por este segredo. Lord Walter dorme dois andares acima deste sabiam? Só conseguiremos voltarmos a nossas vidas e colaborar para uma paz na galáxia se trabalharmos em equipe novamente. Proponho a vocês resolvermos os problemas individualmente. Primeiro formaremos uma caravana que irá até a vila destes pobres Gungans e entregará este artefato ao chefe da Vila, depois daremos um jeito de resgatar o pai de Qui-Gon-Saw."

Sentando-se um pouco mais relaxado na cadeira, Ki Cara-Legal diz:

-"Vocês tem alguma pergunta?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qui Set 02, 2010 10:54 am

Tsu analisa toda aquela "ladainha" e não entende absolutamente nada. Querendo entender, Tsu pergunta para Squisitogum, que parece entender menos ainda... afinal estavam a algumas horas atrás, procurando impedir que sua vila fosse invadida pelos Naboos (humanos). Nessa hora resolve falar na lingua comum:
- Ki-Cara Legal, Lord Walter é atualmente 1º Ministro da Galáxia, presidente ou alguma coisa parecida? Ou ele é simplesmente lider da Estrela Vermelha e está preparando um exército para tomar as riquezas de Naboo, criar armas super-poderosas, e comandar o Senado para que o tornem imperador da galáxia?
- Diante disso tudo, qual a influência dos humanos em tomarem as terras das aldeias Gungans?
Independentemente disso tudo, nossa tecnologia não segue os conceitos humanos, mas segue os conceitos naturais, desenvolvemos técnicas botânicas que os seres dos outros planetas irão demorar milênios para entender.
Tsu, faz uma cara fechada de revolta e impaciência. Eram muitas coisas para se entender num só momento. Tinha outras milhares de dúvidas sobre a influência de Ki-Cara Legal na estrela vermelha e como um Jedi poderia se infiltrar numa ordem dos Sith...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qui Set 02, 2010 3:14 pm

Com um sorriso paternal, Ki Cara-Legal volta-se para Tsu e lhe diz:

-"Jovem Gungan diferente, suas dúvidas e questionamentos eram esperados e naturais em alguém que tem a força desenvolvida dentro de si. Lord Walter é atualmente o chefe do Exército da Estrela Vermelha. Este é o braço armado do Partido da Estrela Vermelha, que tenta reproduzir no cenário político a mesma destruição que seu exército causa. São justamente estes humanos que querem tomar as terras das aldeias dos Gungans, não os bons homens de Naboo que possuem uma trégua de muitas décadas com seu anfíbio povo."

Ele cochicha algo com um espião bothaniano e este mostra uma imagem diferente no telão do computador. Aparece em três dimensões o mapa da aldeia Gungan, e logo abaixo algo azulado pulsando com o mesmo tom dos escudos anti-blasters e as bombas anti-magnéticas que o General Ancião lhes deu.

-"Aqui é a sua vila, logo abaixo temos a maior reserva de plasma da galáxia, o plasma é esta substância azul que brilha em seu escudo. Os humanos conseguem gerar energia com esta substância, energia para manter seus refinados aparelhos eletrônicos, fazer voar suas espaçonaves e caregar os disparos de seus blasters. Esta é a intenção de Lord Walter em tomar suas terras, obter grande quantidade de plasma de maneira ilegal afim de construir a Estrela Vermelha da Morte, dotada de phasers de alta potência e um escudo de proteção intransponível."

-"O plasma é a segunda substância mais energética que existe, perde somente para os cristais com que fazemos os sabres Jedis. Essa substância sempre cresceu naturalmente sob seus pés, e é graças a ela que vocês desenvolveram a sua "tecnologia natural".". Disse o velho Cereano com certo tom de ironia ao fim da frase.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qui Set 02, 2010 9:07 pm

Só bastava a Tsu, ouvir aquelas palavras e acreditar... afinal se tratava de um mestre Jedi... não distintamente, Squisitogum fazia a cara de "Putz-que-asneira-que-pensávamos"...
De qualquer forma, ambos acreditaram e se olharam e, quase que por telepatia, perceberam que Ki-Cara Legal poderia mostrar os caminhos da força para Tsu. Fato que deixaria Squisitogum muito feliz... afinal seu amigo poderia ser um Jedi...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 30
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 2:16 pm

Saw sentou observando aqueles dois nativos que pareciam debilóides. Um era diferente do outro, mas se tratavam como se fossem irmãos. Depois de tudo o que acontecera, nada mais era estranho.

Ao ouvir as palavras do Ki-Cara-Legal, Saw percebu o quão estúpido fora, mas o Cereano estava certo. Apenas ele e Babaca não conseguiriam encontrar seu pai. Quando Ki-Cara pediu armas em troca de informação do paradeiro de seu pai, Saw sentiu um ímpeto de raiva e isso acabou bloqueando sua inteligência e deixando coisas óbvias para trás, como perguntar o nome do anfitrião...

A raiva passou aos poucos mas fora visível a preocupação. A longo prazo, esse sentimento poderia lhe conduzir a lados escuros...

- Devo mesmo fornecer as armas? Será que essa sua infiltração não está indo além do necessário? - questiona Saw enquanto coça o queixo como se estivesse pensando também no dinheiro que perderia sem essa negociação.

- Pouco me importam os Gungans! Nunca fiz negócio com eles! Porque deveria ajudá-los? Porque somos uma ir-man-da-de? - diz Saw pronunciando pausadamento com um sorriso no canto da boca. - Eu precisarei sim de ajuda para achar meu pai, mas estes dois aí - aponta para aliens a sua frente - me parecem nativos bobalhões.

- acraacraacraacacraacraacraacacraacraacacra rhoorhraanacwoc - o wookie parece gargalhar, se é que chamam isso de gargalhada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 2:34 pm

Tsu com os nervos a flor da pele... ao ouvir aquelas asneiras de alguém sem escrúpulos, totalmente capitalista e inclinado para perceber apenas seu próprio umbigo...
- Olha aqui seu...
Nesse momento Squisitogum, colocando a mão no ombro de seu amigo, exclama:
- Não vale a pena Tsu. Deixe que o Jedi nos explique tudo e mostre o caminho para ele.
Tsu ainda revoltado...
- Como é que vou ficar quieto... o único humano por quem tenho respeito é minha mãe. Agora esses alienígenas vem dizer que somos bobalhões, não acho certo.
Em meio a conversa contida com Squisitogum, Tsu percebe que seu braço ainda dói um pouco, decorrência daquela batalha com o Fambaa.
- É Squisito, você esta certo. Vou ignorar os comentários daqueles dois e me concentrar na regeneração do meu braço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 5:53 pm

A "risada" grutural do wookie ecoa pelo amplo salão despertando alguns guardas humanos que estavam dormindo desde o primeiro discurso do cereano.

Observando o início das interações entre as duas duplas de jovens aventureiros, o velho cereano esboça mais uma vez seu sorriso paternal, e levantando-se e caminhando na direção do "quarteto-encrenca", ele diz para Saw:

-"Você se esquece jovem Saw, que também trata seu amigo Wookie como um irmão, e até pouco tempo atrás também não sabia nada sobre as investidas do Partido sobre o planeta Naboo. Será que vocês não pareciam dois nativos bobalhões quando chegaram a minha sala a algumas horas?"

Esboçando agora uma face mais séria e preocupada ele diz:

-"Sim, Qui-Gon-Saw, como disse anteriormente para você estamos formando o maior exército rebelde da história desta hora, e não quero que eles lutem com gravetos e pedras, você fornecerá as armas para nosso exército, nas condições que acordamos anteriormente."

Um alarme sonoro é disparado pelo computador, parece um aviso. Fazendo alguns gestos para o espião bothaniano ele mostra uma imagem no telão. É o pai de Saw.

-"Acabamos de receber uma imagem do paradeiro de seu pai. Ele está congelado em carbonita na periferia da galáxia próximo ao sistema Jar-Jardim Para-com-isso, onde o submundo e os Hutts fazem a festa e financiam as FARC"

-"Mostre o vídeo a eles!!" Ordenou Ki Cara-Legal.

Um Hutt demasiamente gordo e cercado de aceclas aparecia na filmagem. No vídeo ele balbucia algumas palavras de seu asqueroso idioma que são prontamente traduzidos (com muita dificuldade) por legendas em comum.

-Olá jóvem hunmano, nóis peguemos seu pai aqui óóóó. O que nóis qué in troca dele é que você nun se meta nos nosso negócio qui nem ele, e que você pague um resgate pra nóis aí. Você tem um mês pra vir aqui negociar ca gente o resgate de seu pai, sinão a gente congelemos ele meeeerrmo aí.

Chocado com o que acabava de ver, Ki Cara-Legal diz a Saw:

-"Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar. Ajude estes nativos Gungans e eles com certeza lhe ajudarão a ir em busca de seu pai."

Passando por trás da cadeira de Tsu ele encosta a mão em seu ombro e rapidamente cura seu ferimento com um rápido facho de luz. Encurvando seu corpo em direção a mesa ele diz a Tsu:

-"Ignorando os comentários alheios você continuará um ignorante, jovem Gungan, as palavras são como lanças: quando emitidas para ferir vão com velocidade ao alvo, mas expõe o lanceiro o deixando sem defesas. Cuidado com o que diz, e como ouve o que os outros dizem. Com certeza você tem muito a aprender com aqueles dois ali."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 6:44 pm

Squisitogum ouve Ki-Cara Legal e comenta:
- Sábias palavras Mestre Jedi. Tenho certeza que Tsu e eu teremos muito com o que aprender uns com os outros.
Tsu, ainda maravilhado com a capacidade de cura do Mestre Jedi, simplesmente fica emudecido e balança a cabeça como se estivesse afirmando alguma coisa... que provavelmente ainda não tinha entendido...
Quebrando a mudez...
- Muito obrigado Mestre Jedi. Quero muito aprender os segredos da força e poder lutar para salvar meu povo e meu planeta. Bem na verdade, esse não é o meu planeta, nem esses são meus irmão, apontando para os outros guerreiros Gungans... mas sinto dentro de mim um amor muito grande pela Aldeia e pelo planeta que me ensinou tudo que eu sei - Tsu se cala...
Não sabe bem ao certo porque falou tudo aquilo, mas por um momento se sentiu um ser longe de casa, um "Fambaa longe da manada"... mas fora por poucos instantes... como se sua outra metade negasse toda a sua história, mas logo fosse afogada pelo sentimento de carinho, respeito e gratidão pelos Gungans de sua Aldeia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 7:46 pm

-"O lugar aonde estamos é nosso lar, e nossos companheiros nossa família jovem Gungan. Aprenda que muitas para salvar nosso povo o melhor é não lutar, e sim evitar a luta. É isto que quero com minha missão a seu planeta."

-"A propósito, Gungan você não é. Poderia explicar melhor sua origem?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 7:57 pm

Tsu se mostra um tanto quanto desconcertado... afinal sua origem não nunca fora algo que contasse aos 4 ventos... que conhecia realmente a história por inteiro eram somente os integrantes da família de Squisitogum e o próprio Squisitogum. Os outros só sabiam que sua mãe era humana e que tivera uma aberração no ventre.
- Sou um meio humano, minha mãe é humana e veio a Gungan numa nave como intrusa. Ela estava grávida, era escrava, por isso teve que fugir para qualquer lugar... aí chegou em Gungan.
Tsu, por mais que respeitasse um Mestre Jedi, só iria contar toda a história depois que criasse uma certa convivência. Apesar de tentar esconder os detalhes, lá no fundo sabia que um Mestre Jedi não precisaria perguntar absolutamente nada, poderia ler sua mente como se fosse um livro aberto. Mas de qualquer forma, melhor manter algumas coisas em segredo, nem que fosse entre Squisitogum, Tsu e o mestre Jedi.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Sex Set 03, 2010 8:08 pm

-"Hmm... você é um ser híbrido. Isso explica a grande quantidade de força pulsando em suas veias."

E o velho cereano voltou para o lugar onde estava sentado anteriormente esperando alguém se manifestar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Seg Set 06, 2010 10:20 pm

Tsu, percebendo o silêncio que paira sobre o comentário do cereano... resolver perguntar...
- E agora Mestre Jedi, por onde começamos... qual será nossa missão... o que resolveremos primeiro? Você nos ensinará o segredo da força?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Ter Set 07, 2010 12:24 pm

Atraindo a esfera esquecida no meio da grande mesa com seu poder Jedi, Ki Cara-Legal a fecha em sua mão.

-"Cada um de nós tem seu lugar no mundo, que pode ampliar sem necessariamente ter que diminuir o do semelhante. Você quer aprender o segredo da força Tsu-Taikon Gun? Vou lhe ensinar como então."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qua Set 08, 2010 8:23 am

Tsu e Squisitogum, quase que uníssonos, exclamam:
- Sério!?!?!?
- Ahhhhhhhhhhh uhul!!!!
Olham um para o outro e fazem um ritual mais que infantil de comemoração, na qual batem palma, dançam em círculos feito duas crianças que ganharam uma competição de comida da aldeia... e dizem...
- Aha.... aha.... aha aha aha.
Depois de toda a euforia, percebem que todos do salão estão olhando sérios e desconcertados... mas não é possível se sentirem acuados, afinal, Tsu será um Jedi!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qua Set 08, 2010 1:09 pm

"Este objeto é um sincronizador". Falou Ki segurando a esfera em suas mãos. "A primeira missão de vocês como membros da Aliança Rebelde será entregar esta esfera a vila original destes Gungans. Sem esta esfera, muito dificilmente eles sobreviverão quando o exército da estrela vermelha chegar. Entreguem-na ao chefe da guarda de vocês."

Levantando-se mais uma vez, Ki começa a rolar a esfera pela mesa brincando de certa forma com seu poder de trabalhar com a Força. Rolando a esfera até que ela pare diante de Qui-Gon-Saw, ele diz:

"Para garantir a eficiência dessa missão, solicito voluntariamente que Qui-Gon-Saw e Chewbabaca os aconpanhem. Há perigos demais lá fora, e quero que este artefato chegue seguramente a vila Gungan. Não posso mover soldados porque estes são espiões infiltrados que trabalham oficialmente ao Partido, mas que nos acompanham ideologicamente, e como não quero "dar bandeira" e ter sucesso na missão, peço a vocês que os acompanhem."

Com um leve movimento de dedos de Ki, a esfera rola pela mesa e cai segura nas mãos de Qui-Gon-Saw, aproveitando a deixa, o velho Cereano diz:

"Aceitando o convite, jovem Saw você estará dando início a Irmandade da Esfera."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
Alexandre
Mestre dos Magos
Mestre dos Magos


Mensagens : 834
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 30
Localização : Joinville/SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qua Set 08, 2010 1:39 pm

Depois de ver a mensagem Hutt, Saw ficou ainda mais preocupado, mas pelo menos seu pai ainda estava vivo e o jedi ainda lhe oferecia ajuda no resgate, mesmo que fosse com os dois paspalhos nativos.

- Chega dessa conversa! - falou Saw cuspindo um pouco, como se esngolindo uma raiva ou uma vontade de gritar. - Vou precisar de ajuda sim mas posso ajudar antes. Não deve ser nada difícil entregar esse sincronizador. Aliás o que ele fará?

Babaca, que antes gargalhava, ficou com o rosto fechado depois do vídeo. Seu amigo Cobei estava em grande perigo, ele sabia.

Saw e Cobei ficam de pé.

- As armas estarão prontas daqui uma semana, mestre jedi. Vamos logo, paspalhos... - diz Saw olhando para o meio humano e o nativo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://works4weaks.forumeiros.com
AislanAdi
Membro do Conselho dos Anciões
Membro do Conselho dos Anciões
avatar

Mensagens : 825
Data de inscrição : 19/10/2009
Idade : 30
Localização : Joinville - SC

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qua Set 08, 2010 2:50 pm

Atento as movimentações na sala de reuniões, Ki diz então:

"Então está feito. Vocês partirão o quanto antes para a vila Gungan e entregarão o sincronizador, podem pegar algumas provisões na despensa ao lado, talvez precisem. depois disto voltem até aqui para tentarmos um jeito de conseguir entrar em contato com os Hutts que capturaram o pai de Saw."

Um jovem humano emerge então pela sala, ele veste-se de maneira modesta com um manto de espesso tecido e fisionomia serena. Ele usa botas tipo militar, e tem um blaster no seu Coldre. Ele tem os cabelos castanhos e uma rala barba, aparentando ser mais velho do que realmente é, senão fosse seus olhos visivelmente juvenis entregarem sua pouca idade.

Ele vem se aproximando do velho Cereano e o cumprimenta com uma simples reverência.

"Este é Odi-Wan Kedoce, ele é meu padawan, acompanhará vocês também nessa jornada, vocês o guiarão até a vila dos Gungans, e ele os guiará no caminho da força. Quaisquer dúvidas que tiverem podem perguntar a ele durante o trajeto."

Olhando para o relógio no telão do computador, Ki esboça uma cara de preocupado. "Infelizmente terei de voltar ao meu disfarce como acessor de um senador do Partido. Vejo vocês o mais breve possível. Kedoce entregará a vocês um rádio comunicador, assim poderão falar entre vocês caso se percam, e comigo caso estejam realmente perdidos."

Após dizer isso, o velho cereano convida todos a se retirarem do salão e ir até a despensa. Estão todos vocês lá agora aumentando suas provisões já desacompanhados de Ki Cara-Legal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cronicasjoinvillenses.blogspot.com
ledfimh
Membro FIMH
avatar

Mensagens : 409
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 31
Localização : Joinville

MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   Qua Set 08, 2010 3:08 pm

Tsu percebe que Ki Cara-Legal não disse para que servia aquela esfera estranha...
- Squisito, estou preocupado... são muitas pessoas novas e estranhas... agora mais um - Kedoce... parecido com aquele cara da Aldeia, Aislanogum. Deixando de lado o Kedoce, o mestre Jedi não explicou pra servia essa esfera.
Squisitogum, sem o menor pudor e com a maior inocência, já pergunta:
- E aí Kedoce, sabe pra que serve a esfera? Não vá me dizer que é um sincronizador... porque isso eu sei... quero saber como o povo vai se defender com uma esfera sincronizadora?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Capítulo 2 - Um Encontro Casual...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 2 - Um Encontro Casual...
Voltar ao Topo 
Página 1 de 9Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Recrutamento] Seeking Online - Capítulo 1: Aurora e Pecado
» Bleach - Shinigami Saga - Capítulo 1 (Tópico de jogo)
» Capítulo 2 - Uma Noite na Taverna
» [Apresentação] Singela Dualidade - Capítulo I
» Capítulo 1: Caminhos Cruzados

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Work's 4 Weaks :: Star Wars - RPG-
Ir para:  
Forumeiros.com | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Criar um fórum
http://velhosamigosnh.wordpress.com